• André Botinha

11 perguntas e respostas sobre Febre Amarela


Tudo bem?!

Continuando o tema iniciado na semana passada, deixamos respostas para algumas dúvidas comuns sobre a doença (resumo nos infográficos. Texto completo abaixo):

#1. Já tomei uma dose da vacina. Preciso tomar novamente?

Se você mora na área de recomendação da vacina ou vai viajar para lá e recebeu apenas uma dose há mais de dez anos, é preciso receber o reforço.

Se você não mora na área de recomendação da vacina e não vai viajar para lá, não é preciso se vacinar.

Se você recebeu a vacina há menos de dez anos, não precisa se vacinar agora. A segunda dose será com dez anos de intervalo da primeira.

#2. Meu filho recebeu uma dose aos 9 meses de idade. Preciso administrar outra dose imediatamente?

Se seu filho ainda não completou 4 anos, não é necessário antecipar a dose de reforço. Essa dose será recebida aos 4 anos.

#3. Meu filho não recebeu a vacina aos 9 meses e ainda não tem cinco anos. Qual a recomendação?

Se vocês moram na área de recomendação da vacina, seu filho deve receber a primeira dose imediatamente e o reforço com, no mínimo, 30 dias de intervalo.

Idealmente, o reforço deve ser feito antes dos cinco anos nesse caso.

#4. Não sei se recebi a vacina de febre amarela e não encontro o meu cartão vacinal. O que fazer?

Procure a sala de vacinação onde você fez a vacina na tentaiva de resgatar seu histórico de vacinação e fazer uma 2ª via.

Se não for possível, proceder à vacinação de acordo com o Programa Nacional de Imunizações. Para informações sobre o Programa, veja a tabela em nosso artigo anterior: Quem deve tomar a vacina de Febre Amarela?

#5. Já recebi duas doses da vacina. É melhor fazer uma terceira dose da vacina por garantia?

Duas doses são suficientes para proteger durante toda a vida. Uma terceira dose não vai criar nenhuma proteção adicional.

Portanto, quem já recebeu duas doses, na infância ou na fase adulta, já está devidamente protegido e não precisa procurar o serviço de saúde.

#6. A área de recomendação da vacina é a região em que está havendo o surto da doença?

Não! Área de recomendação da vacina é todo o território nacional em que se recomenda que a população esteja vacinada com o esquema de rotina garantido pelo Programa Nacional de Imunizações.

Todo o Estado de Minas Gerais tem recomendação de vacinação:

situação de surto configura áreas com suspeita de surto, epizootia em primatas não humanos (nome dado quando uma doença ataca um número inusitado de animais ao mesmo tempo e na mesma região e se propaga rapidamente), ou confirmação de circulação viral em vetores (mosquitos) silvestres.

De acordo com o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde (30/01/2017), a área de surto em Minas Gerais compreendia as regionais de saúde de Coronel Fabriciano, Manhumirim, Governador Valadares e Teófilo Otoni.

#7. O que muda na vacinação dessas regiões de surto?

Essas regiões são prioritárias para a vacinação de toda a população em risco conforme o esquema vacinal proposto pelo Ministério da Saúde e disponível no artigo anterior.

Nessas regiões, está também indicada a vacinação de crianças entre 6 meses e 8 meses e 29 dias de vida, não sendo essa dose considerada válida para rotina.

O esquema vacinal aos 9 meses e aos 4 anos de idade deve ser mantido, observando o intervalo mínimo de 30 dias entre as doses.

#8. A recomendação de vacinação é só para as pessoas que vivem na zona rural ou para todos?

A vacinação imediata contra febre amarela deve ser, preferencialmente, a pessoas que vivem em áreas rurais dos municípios com recomendação para vacinação. Mas, todas as pessoas dessas áreas devem ser imunizadas.

Por quê?

Até o momento, não há identificação de transmissão da Febre Amarela pelo Aedes aegypti, na área urbana.

Como vimos no artigo anterior, existem dois ciclos de transmissão: rural e urbano. São ciclos dependentes do mosquito, já que a Febre Amarela não é transmitida pessoa a pessoa.

O último caso confirmado de transmissão urbana pelo Aedes aegypti ocorreu no Acre em 1942.

Por isso, até o momento, a recomendação é de priorização das áreas rurais.

#9. Como a febre amarela é tratada?

Não há nenhum tratamento específico contra a doença.

O médico deve tratar os sintomas e as complicações possíveis da doença. Lembre-se em caso de suspeita da doença procure avaliação médica (para mais informações, veja Quem deve tomar a vacina de Febre Amarela).

O uso de salicilatos (aspirina ou AAS) deve ser evitado já que seu uso pode favorecer o aparecimento das manifestações hemorrágicas.

#10. Quem não deve receber a vacina?

A vacina é contraindicada para bebês menores de 6 meses, idosos acima de 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam bebês de até 6 meses, pacientes em tratamento de câncer e pessoas imunodeprimidas.

Em situações de emergência epidemiológica, vigências de surto, epidemias ou viagem para áreas de risco, o médico deverá avaliar o benefício e o risco da vacinação para esses grupos, levando em conta o risco de eventos adversos.

#11. Meu filho está vacinado. Posso ficar tranquilo?

Claro que devemos nos preocupar com o estado vacinal de nossos filhos!

Mas, não devemos nos esquecer de checar nossa caderneta e de nossos parentes, sobretudo se moramos ou vamos viajar para a área acometida pelo surto. Ainda mais, se ficaremos em área rural.

Um dado importante divulgado pelo último boletim (30/01/2017):

Todos os casos confirmados aconteceram em pessoas sem comprovação vacinal.

Nenhum dos óbitos provocados pela doença até o momento ocorreu em crianças ou adolescentes.

Fontes:

1. Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais – Atualização sobre a investigação de casos suspeitos de febre amarela, Minas Gerais, 2017. Data da atualização: 30/01/2017

2. SUS . Portal da Saúde – Saiba quem deve se vacinar contra a febre amarela

3. SUS . Portal da Saúde – Ministério da Saúde tira dúvidas dos internautas sobre Febre Amarela

4. Ministério da Saúde – Perguntas e respostas sobre Febre Amarela


795 visualizações

Telefones de contato:

       Mirim Consultório Pediátrico

(031) 2510-2011

(031) 97111-1767

  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon